#VozLPP Especial – Sophia

“Mães podem e devem sonhar” afirma Sophia*, mareense que faz parte da trajetória da Luta pela Paz.

*O nome dessa participante foi modificado para manter sua privacidade.

A pandemia afetou diretamente a vida de Sophia*, moradora da Nova Holanda há 32 anos, mãe de 5 filhos, e sua família. Ela está desempregada e, com o marido pedreiro sem salário fixo, vivem sem a garantia da comida na mesa no fim do dia. Graças às doações arrecadadas por meio da Campanha Coragem Solidária, ela receberá dois meses de cartão alimentação. 

Sophia se sente uma guerreira ao lembrar de tudo que já viveu. Conheceu a Luta pela Paz (LPP) por ser vizinha da Academia, e foi aluna de Boxe e Muay-thai. Se sentia acolhida e amada por toda equipe, com frequência ouvia uma palavra de carinho ou recebia um sorriso. A experiência, ela conta, contribuiu para elevar sua auto-estima. 

Logo seus filhos também começaram a frequentar aulas de Boxe e Artes Marciais, e foram tão acolhidos quanto ela. Foi o primeiro contato da família com o esporte, o que trouxe inúmeros benefícios, como maior disposição, concentração e mais energia. “Gosto que as crianças estejam na Academia da Luta pela Paz porque elas aprendem muito com o esporte. É sobre disciplina e desenvolvimento.” define Sophia.

Mulheres que são mães podem e devem sonhar, e a Sophia é a prova viva. Seus filhos dão forças para ela buscar melhorias de vida para si e sua família. Um dos sonhos realizados é a casa própria que está em obra. Quando questionada sobre como se imagina daqui a cinco anos, a mãe revela que deseja a casa pronta, alguns dos filhos já formados e os outros estudando bastante, um trabalho estável para ela e o marido, e muita, muita felicidade.

Você pode apoiar esta e outras famílias fazendo parte da Campanha. Para saber mais, clique aqui

Você também vai se interessar por…

#VozLPP – Dona Mirian

A potência feminina permeia toda a (re)existência da Maré. Uma das características do território da Maré é a...