Projeto Comunidade Segura promove formação de Comitês de Impacto para engajamento comunitário em São Paulo e em Guarulhos

Mais de 2.100 pessoas residentes em territórios onde há faixas de dutos serão beneficiadas

O projeto Comunidade Segura, com metodologia executada pela ONG Luta Pela Paz e apoio da Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental, inicia, no mês de setembro, o processo de formação de Comitês de Impacto nas comunidades de Nova Savoy, em São Paulo, Jardim Centenário e  Parque São Miguel, em Guarulhos, com o propósito de estreitar o relacionamento entre atores sociais para a construção de uma agenda comum para os territórios.

O lançamento dos Comitês de Impacto Coletivo ocorreu em setembro e contou com a presença de lideranças comunitárias e associações, representantes da Transpetro, das Unidades de Saúde, da Assistência Social, das escolas, da companhia de água e esgoto Sabesp, da Imobiliária Savoy, de representantes da Subprefeitura de Itaquera (São Paulo), da Prefeitura de Guarulhos, de lideranças religiosas, da Defesa Civil e empresas.

O Comunidade Segura vai alcançar mais de 2.100 pessoas junto às comunidades localizadas em territórios onde há faixas de dutos operadas pela Transpetro. Por meio dos três eixos estratégicos de atuação – Mobilização, Atendimento Social e Formação para Inclusão Produtiva no mercado de trabalho e Empreendedorismo – o projeto busca sensibilizar sobre a importância da segurança nas faixas de dutos, contando com a premiação de propostas de ocupação comunitária destes espaços.

A Luta pela Paz acredita que uma comunidade segura só é possível com muito diálogo, união e, principalmente, a participação de diversos atores do território. Juntos, podemos transformar a realidade local.

Você também vai se interessar por…