Notícias

#VozLPP – Juliana Machado

“Minha missão é descobrir potências na Maré, assim como eu fui descoberta” diz Juliana Machado, Pedagoga e Coordenadora do pilar de Liderança Juvenil da Luta pela Paz. 

Uma das lutas da LPP é a busca de mais oportunidades para crianças e jovens, oferecendo possibilidades e ferramentas para que eles consigam realizar seus sonhos. Por meio de diversas frentes, muitas vidas são transformadas, como foi o caso da funcionária Juliana Machado, mulher negra e cria do Morro do Timbau. 

Criada em meio a ONGs e ações sociais, a admiração pelos profissionais e pelos trabalhos realizados na Maré fez com que a vontade de fazer parte deste universo crescesse aos poucos. Foi assim que escolhidas cursar Pedagogia, já que desde sempre que a educação é um dos fatores primordiais para a construção de uma sociedade mais justa. Ainda na graduação, em 2015, Juliana começou a trabalhar na recepção da Luta pela Paz e, ao longo do tempo, foi trilhando seu caminho dentro da organização com a ajuda e a colaboração de amigos e colegas de trabalho. 

Há quase seis anos na organização, Juliana atuou como Assistente Pedagógica no pilar de Educação – período de intenso laboratório e aprendizado -, e Desenvolvimento Pessoal. Em 2019 passou a coordenar o pilar de Liderança Juvenil, cargo que ocupa até hoje.

“Nós que somos pretos e periféricos estamos sempre nas margens. Derrubar barreiras é muito difícil, então, quando surge a necessidade, precisamos agarrar. E a Luta pela Paz foi uma oportunidade para mim. ” 

Um dos sentimentos que impulsionou Juliana foi a vontade de devolver para a Maré todas as coisas boas que fizeram fazer, sejam elas memórias, ações sociais, cursos e vivências, além do sentimento de pertencimento. “Trilhar caminhos e protagonizar a própria história é incentivo para muitos moradores que sonham em se tornar inspiração para familiares e amigos”. 

A Luta pela Paz incentiva o desenvolvimento de lideranças entre crianças e jovens e acredita na importância do protagonismo para a promoção da paz e para a construção de um futuro com mais inclusão. 

“Meu objetivo é subir e levar a juventude também, como uma rede mesmo. A juventude já tem voz, mas ela precisa ser ouvida. É pra isso que estou aqui. ” diz Juliana. 

Gostou da história de vida da Juliana? Você pode mergulhar em outras histórias navegando em nosso site. 

Você também vai se interessar por…

OPORTUNIDADE

Envie sua proposta até dia 28/11 para a Consultoria em Treinamento. A Consultoria em Treinamento terá por objetivo a...

VAGAS DE EMPREGO

Inscrições abertas até dia 04/12 para a vaga de Analista de Departamento pessoal da Luta pela Paz, no Rio de Janeiro....