Notícias

Apadrinhe um Sorriso!

Hoje convidamos você a conhecer um pouco mais sobre uma das quatro organizações que participam da nova formação do Maré Unida, programa de treinamento da Luta pela Paz com patrocínio da Petrobras! 


A Apadrinhe um Sorriso surgiu em 2009 em Duque de Caxias, mais precisamente no Parque das Missões. Fundada pela pedagoga e moradora do Parque das Missões, Fabiana da Silva, a Apadrinhe um Sorriso tem como objetivo promover a educação continuada e preventiva para crianças e jovens na comunidade. “Senti necessidade de pensar em ações para suprir o abandono social e educativo presente no cotidiano de crianças e jovens da comunidade e comecei na época do Natal, com uma ação específica para essa data. Hoje já  temos 230 alunos matriculados entre 2 a 19 anos em múltiplos projetos.”

A ONG hoje tem aulas de teatro, canto cênico, capoeira, educação ambiental e rodas de leitura. 

No mês de Julho, a Apadrinhe um Sorriso promoveu um grande evento especial para mais de 150 pessoas, com apoio da Luta pela Paz, no CIEP da região. A parte da manhã foi dedicada ao público infantil com a apresentação do grupo de dança-teatro da Apadrinhe um Sorriso com coreografia elaborada por um dos jovens da organização; campeonato de futebol para crianças de 6 a 13 anos; roda de capoeira com a presença da equipe de capoeira da Luta pela Paz e oficinas de artes. Já, na parte da tarde, eram mais de 100 adolescentes e jovens participando das atividades (campeonato de futebol com alunos da Apadrinhe um Sorriso e jovens convidados da comunidade Beira-Mar e oficina de Defesa Pessoal para Meninas, com Raissa Lima (Pra Elas/ Luta pela Paz).

“Este evento e as atividades da Apadrinhe um Sorriso como um todo são as opções de lazer que temos no Parque e através dessas atividades educamos os menores e reeducamos os jovens na forma de pensar”, nos contou Matheus Moura, 20, ex-aluno do coral da Apadrinhe um Sorriso e atual voluntário das atividades de futebol. O jovem acredita que a Apadrinhe um Sorriso promove a mudança nas crianças e jovens participantes da organização.

Conversamos também como voluntário Iago Marques. Iago tem 22 anos e é estudante de Educação Física na UERJ. O jovem atuou como árbitro dos jogos do evento: “Estar dentro de quadra é uma forma de catarse para as crianças, pois é um espaço onde elas extravasam e permitem que suas emoções sejam mostradas de forma natural. Ter espaços como este, para extravasar e se divertir, é fundamental para estas crianças que muitas vezes vivenciam situações de violência e vulnerabilidade social”.

Fechando o evento, tivemos ainda uma mesa redonda com o tema “O Esporte como Ação Transformadora” com a participação de Roberto Custódio (Luta pela Paz), Raíssa Lima (Pra Elas / Luta pela Paz), Sofia Vandelargo (ex-tenista e estudante de Educação Física da UERJ) e Thiago Marçal (fotógrafo esportivo).  

Foi, sem dúvidas, um dia de muita diversão e de muito aprendizado para ficar na lembrança de todas crianças e jovens que puderam participar. Um dia que só foi possível graças a nossa união! 

Você também vai se interessar por…

OPORTUNIDADE

Envie sua proposta até dia 28/11 para a Consultoria em Treinamento. A Consultoria em Treinamento terá por objetivo a...

VAGAS DE EMPREGO

Inscrições abertas até dia 04/12 para a vaga de Analista de Departamento pessoal da Luta pela Paz, no Rio de Janeiro....