Campanha Coragem Solidária 2021

“Ter filho não impede nada. Na verdade, meus filhos são a motivação para que eu continue vivendo” diz Carmines Peixoto, jovem aluna da Luta pela Paz.

Indo contra todas as estatísticas negativas sobre a maternidade na juventude, a jovem mareense Carmines Peixoto ousa sonhar e traçar objetivos claros para alcançar o melhor da vida para si e seus três filhos. 

Em 2019, sua avó viu de longe a Academia da Luta pela Paz (LPP) e sua curiosidade a levou até a recepção para perguntar sobre cursos. Foi nesse momento que Carmines ingressou na turma de Muay-thai com o Mestre Alan. Era seu primeiro contato com o esporte que logo conquistaria o seu coração. Foi em uma das turmas lotadas com outras jovens alunas que Carmines fez muitas amizades e pode aprender - e também ensinar - muitas coisas.

Um dos benefícios principais da luta em sua vida foi a melhora na autoestima. “Me sentia mais animada quando treinava de manhã. Parece que tinha pique para viver um dia inteirinho”, comenta a jovem.  Além disso, Carmines percebeu que as práticas ajudaram a diminuir a ansiedade e potencializar o autocontrole. 

Mas o período de pandemia chegou, e assim como todo o resto do mundo, a aluna também foi impactada por diversas questões que influenciaram sua saúde mental. A jovem recorreu a Marlucy, assistente social da Luta pela Paz, que logo encaminhou o caso para a Agente de proteção Viviane, também da LPP. Em pouco tempo, Carmines recebeu o apoio de uma equipe de três pessoas que contava com psicólogo, assistente social e agente de proteção, além de outras assistências pontuais. “Essa equipe me ajudou muito. Vou levar para sempre cada um em meu coração.”, declara a jovem.

Ela também foi beneficiada com três meses de cesta básica em 2020, no ápice da pandemia, quando estava grávida da terceira filha. Por ser do grupo de risco, não poderia sair para trabalhar em hipótese alguma. 

Quando questionada sobre sonhos, Carmines revela ter objetivos que guardam em seu coração, mas conta que daqui a cinco anos se imagina com uma casa, segurança financeira para proporcionar uma qualidade de vida para sua família que também conta com seus pais e sua cunhada que ajudam diariamente. “Eles são pau para toda obra”, brinca. 

Entre tantos desafios e aprendizados, a jovem serve de exemplo para outras meninas que se tornaram mães na adolescência. Um dos principais conselhos é “Continue estudando. Não é possível dar um futuro melhor para nossos filhos se perdermos a perspectiva de vida. Foque em você!”

Para apoiar mães como Carmines, clique no link e conheça a Campanha Coragem Solidária 2021, que tem como objetivo oferecer dois meses de cestas básicas para crianças, jovens e suas famílias que fazem parte da Academia Luta pela Paz.