POR ELAS!

Hoje convidamos você a conhecer um pouco mais sobre uma das quatro organizações que participam da nova formação do Maré Unida, programa de treinamento da Luta pela Paz com patrocínio da Petrobras! 

Hoje convidamos você a conhecer um pouco mais sobre uma das quatro organizações que participam da nova formação do Maré Unida, programa de treinamento da Luta pela Paz com patrocínio da Petrobras! 

O Pra Elas surgiu da união de duas jovens atletas da Luta pela Paz, Raíssa Lima e Miriam Parga, a partir do questionamento: "Quais projetos trabalham noções de bem-estar e empoderamento através do esporte com mulheres acima de 30 anos aqui na Maré?". Assim nasce o Pra Elas, focado em trabalhar exclusivamente com mulheres entre 30 e 90 anos, buscando desenvolver a saúde mental e física a partir de treinos de boxe e ginástica funcional, aliados a rodas de conversa e outros momentos de formação. 

Raíssa lembra do início das aulas: "Com o começo das aulas, vimos que é um projeto fundamental para as mulheres daqui da Maré, porque além de trabalhar a saúde mental das nossas alunas, também mantêm um nível de amizade. Muitas vêm de outros lugares, não conhecem muita gente, acabam entrando no projeto e conhecem uma outra realidade, novas pessoas, descobrem uma atividade que gostam de fazer e aprendem sobre coisas do dia a dia.  Assim trabalhamos a autoestima destas mulheres, assim como trabalharam a nossa autoestima aqui dentro da Luta pela Paz. Criamos esse espaço seguro onde elas podem aprender mais sobre os seus direitos, seus deveres e esperamos que as nossas alunas reconheçam a nossa organização como um abraço. Porque nós queremos abraçar à todas!” 

As duas jovens riem e Miriam completa: "Escolhemos trabalhar com essas mulheres acima de 29 anos, justamente porque entendemos que a violência contra elas é algo que acontece muito. Muitas vezes elas não têm com quem conversar, por isso, além das aulas, faremos muitas rodas de conversa. Queremos abrir a mente dessas mulheres. Porque têm muitas que às vezes sofrem diversas formas de violência que não é só a violência física, né? Nossa meta é passar adiante tudo o que a gente aprendeu e apresentar um outro mundo para essas mulheres. Mostrar que é possível viver sem ser trancada ou brigando... Porque muitas mulheres passam por algumas situações e as guardam para si. É muito gratificante ajudar às outras mulheres a colocar esse sentimento para fora. É isso que queremos!"
 

O projeto começou no início do ano, mas já colhe bons frutos. O melhor deles: uma turma com mais de 20 alunas, todas moradoras da Maré, querendo aprender - mas que também acabam ensinando, a cada dia, tudo aquilo que sabem às jovens líderes do projeto.

O Pra Elas vem sendo capacitado junto às demais organizações parceiras através de formações de desenvolvimento sempre buscando alcançar o nosso objetivo em comum: uma Maré mais unida, solidária e inclusiva!